COMO EXECUTAR JARDINS VERTICAIS ESPETACULARES?

cadastre-se e descubra como se diferenciar no mercado

Instagram para paisagistas e jardineiros

Paisagismo e Jardinagem são serviços com forte apelo visual. Você está se aproveitando disso para vender mais nas redes sociais?

Não podemos negar que o Instagram se tornou uma das maiores ferramentas de marketing e vendas na atualidade, permitindo que você comercialize seu produto ou serviço dentro e fora do país, a partir de técnicas específicas. Assim, se compararmos com as formas de divulgação “tradicionais” (outdoor, televisão, rádio, revistas, panfletos e afins), além das redes sociais atingirem um público mais filtrado, segmentado com base no interesse dos usuários, ela oferece a praticidade de atualizar com frequência as formas de divulgação do conteúdo, podendo ser via stories, feed, reels, igtv, loja online, lives,  comunidades que concentram seu público-alvo, entre outras formas. Além disso, a ferramenta oferece a opção de tráfego pago, em que você personaliza seu público-alvo e paga por anúncio.

Portanto, os algoritmos das redes sociais, como o Instagram, direcionam sua empresa para o consumidor que possui interesse no seu produto, de forma que tal público possa se tornar um lead (potencial comprador), isto é, quando alguém está interessado no seu trabalho e tem grandes chances de se tornar seu cliente de fato.

Credibilidade digital

No nicho dos jardins verticais, não é necessário ter um espaço físico, uma loja, showroom ou escritório, já que o trabalho é feito na casa do seu cliente. O Instagram pode perfeitamente ser a sede virtual do seu negócio. Afinal, lá você tem a facilidade de falar com o seu cliente, marcar reuniões presenciais ou virtuais e até mesmo apresentar seu portfólio, e autoridade no assunto, por meio das suas próprias publicações. Além disso, você vai reparar que a maioria dos clientes chega por lá, ou seja, eles vão até você a partir do seu conteúdo. Se coloque no lugar dele e perceba que para ele é mais fácil poder pesquisar e analisar o seu perfil antes de entrar em contato com você. Por isso a importância de ter um perfil estratégico e que passe credibilidade, afinal ele é o seu novo cartão de visita.

Tenha em mente também que o seu perfil precisa ter rosto e não somente um logo bonito. Um dos conceitos mais fortes do marketing digital, atualmente, é o de humanização do perfil: pessoas vendem para pessoas. Você sempre vai confiar mais em uma loja ou um serviço quando souber quem é o responsável por trás de tudo, logo, o seu cliente também. Apesar de muitos terem dificuldade em aparecer de corpo e alma nas redes sociais, essa é uma estratégia necessária e que traz muito resultado. Se até as grandes empresas, já consolidadas no mercado, estão inovando – como a Magazine Luiza com a Magalu, as Casas Bahia com o Bahianinho, que inclusive evoluiu já que era uma criança no início e agora é um adolescente -, quem está começando precisa utilizar tudo que a ferramenta proporciona para que alavanque seu negócio.

Entenda o seu cliente

Não existe ninguém melhor que você, que é um(a) paisagista ou jardineiro profissional, para avaliar os motivos que levam uma pessoa a querer um jardim vertical, inclusive podem (e devem) vários motivos. Sempre se pergunte o porquê as pessoas se interessam pelos verticais, qual o objetivo de ter um em casa ou na empresa e, a partir das respostas, você poderá moldar suas redes sociais estrategicamente, a fim de tornar um simples seguidor em um verdadeiro cliente.

Só pra você ter um ponto de partida, leve em consideração que os jardins verticais são considerados um mercado de luxo. Assim são dois os principais motivos para a aquisição do vertical: o primeiro é status, por conta da exclusividade e do investimento; já o segundo motivo é prazer, afinal se conectar com a natureza e estar em um ambiente aconchegante é impagável. Esse último está atrelado ao conceito de biofilia, próprio da arquitetura moderna, que se refere à busca de se reconectar com a natureza. Então, a partir disso é possível desenvolver estratégias de venda, bem como adquirir diversos conhecimentos que se configurem como o diferencial da sua empresa.

Postagens: o que (não) fazer

O marketing digital não objetiva somente divulgar o serviço, o objetivo principal é gerar vendas e para isso você precisa de uma rotina, uma estratégia e uma identidade. Mas, por que tudo isso? Se você construir um perfil com regularidade nas postagens, estratégia de vendas e identidade visual, você perceberá que não será mais necessário ir atrás do seu cliente, pois ele se interessará pelo seu conteúdo e irá até você.

Lembre-se que você pode projetar o vertical mais bonito do mundo, mas o seu serviço não é só o resultado, vai desde o momento em que a pessoa encontrou sua empresa até a durabilidade do jardim e a recomendação que essa pessoa faz da sua empresa. Então, se você não demonstrar profissionalismo desde as suas redes sociais, sua negociação no orçamento e sua vestimenta para a obra, a sua qualidade não será percebida apenas pelo vertical bem projetado, afinal não é algo de baixo investimento para o seu cliente. Portanto, algumas dicas que irão te ajudar a começar:

  1. Postagens com antes e depois: é uma ótima estratégia e que impressiona, mas nunca coloque o antes primeiro, porque o objetivo é que a pessoa visualize o resultado e tenha o interesse de ver o antes. Além disso, se colocar fotos de antes primeiro, seu feed vai ficar pouco atrativo.
  2. Não minta: criar um feed atrativo não significa que você irá postar coisas que você não faz ou que encontrou no Google (ou pior: em outro perfil). Poste sempre o seu trabalho, apenas invista numa estética bacana para o feed e em fotos de boa qualidade. E se caso postar o trabalho de outro paisagista como referência, marque-o e deixe claro que aquela é uma inspiração. Você pode começar postando fotos de um vertical que construiu na sua casa mesmo, imagens renderizadas de um projeto que você fez, ou até mesmo uma representação artística do projeto.
  3. Inove: manter os conteúdos, repostar posts não muito antigos, tornará seu perfil monótono, dando a impressão de que você não está fazendo trabalhos novos e por isso não tem novos conteúdos. Então, mantenha-se informado sobre sua área e aproveite todas as formas de produzir conteúdo que a plataforma oferece.
  4. Conteúdo e mais conteúdo: não deixe de fazer postagens com regularidade. Mesmo quando pensar que não há mais nada para colocar no seu Instagram, seja criativo. Você pode postar os bastidores da equipe, plantas utilizadas no vertical, imagens de referência/inspiração, depoimentos de clientes, caixa de perguntas no stories, entre outras formas de movimentar sua rede social.
  5. Use hashtags: elas ajudam a filtrar seu público e conseguir mais leads e clientes.
  6. Deixe de desculpas: Não espere estar tudo perfeito para começar. Crie um calendário editorial que contemple todos os dias da semana e simplesmente comece.
  7. Não se deixe levar por métricas de vaidade: É ilusão pensar que você precisa de milhares de seguidores para vender, há muitos perfis pequenos que vendem muito bem. Ou que seus posts precisam de muitos comentários para ter sucesso. Posts de depoimento são ótimos para vender, e não costumam ter comentários. Lembre-se que todo mundo começou com zero seguidores.
  8. Roube como um artista: Inspire-se e modele as postagens de paisagistas e jardineiros que você admira. Seguir perfis da sua área vai te trazer ideias infinitas. Só não vale copiar!

Nesse sentido, se você não utiliza o Instagram para vendas e divulgação e mesmo assim você vende bastante, pode ter a certeza de que se você usar suas vendas irão aumentar. Então, não usar o Instagram como ferramenta de venda é perder dinheiro. Portanto, não perca tempo e corra para criar seu perfil, sua estratégia e sua identidade!

Redação: Bruna Camargo Correa

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

PARTICIPE! DE 08 A 12 DE NOVEMBRO
100% Online gratuito