COMO EXECUTAR JARDINS VERTICAIS ESPETACULARES?

cadastre-se e descubra como se diferenciar no mercado

10 Plantas de Destaque para Jardins Verticais

Você já parou para pensar o que mais te encanta em um jardim vertical? Seja você é paisagista ou não, ao se deparar com um vertical, são as espécies de plantas que irão te brilhar os olhos, às vezes pela beleza ímpar outras por ativar algumas memórias afetivas. Nesse artigo vou listar 10 plantas de destaque para usar no seu jardim vertical e impressionar seu cliente. Mas, antes de começar…

O que são plantas de destaque?

Considerando a exuberância do jardim vertical, nós temos dois tipos principais de plantas que o torna admirável: as de destaque e as de forração. As plantas de destaque são as estrelas do vertical, ou seja, aquelas que irão tornar o projeto único e que provocarão suspiros e muitos olhares admirados pela beleza. Já as de forração objetivam preencher o vertical, são coadjuvantes, por isso a combinação equilibrada de plantas de destaque e plantas de forração são a essência de um vertical bem projetado. Além disso, elas se diferem no crescimento: enquanto as forrações crescem rapidamente, as plantas de destaque não. Por isso, as estrelas do vertical precisam ser plantadas já adultas, caso contrário vai demorar muito para que elas apareçam.

Leve em consideração também que as plantas de destaque costumam ser vendidas em cuias e vasos, enquanto as plantas de forração sejam comercializadas em bandejas. Como as plantas de destaque crescem devagar, elas invariavelmente são mais caras que as plantas de forração. E um detalhe de interesse paisagístico: repare na textura, plantas de destaque tem folhas grandes, resultando no que chamamos de textura grossa, enquanto as plantas de forração têm folhas pequenas e aspecto cheio, denotando uma textura fina.

Abaixo, eu vou listar para você 10 plantas destaque, que eu mais utilizo em meus projetos de jardim vertical:

10 opções de planta de destaque para vertical

Asplênio: um pteridófita, como as samambaias, porém sem os característicos rasgos laterais como costumamos encontrar. Essa planta também é conhecida como ninho de passarinho e tem folhas não muito grandes, mas com um verde vivo e brilhante que chama muita atenção. No plantio é importante que ela não fique junto com outras espécies volumosas, para que não seja sufocada. Assim, é interessante plantá-la na altura dos olhos, afinal uma planta dessa precisa estar bem a vista para ser admirada.

Costela de Adão: essa é a queridinha dos verticais e não é à toa, pois ela realmente nos faz brilhar os olhos. Essa planta sempre precisa estar junto de uma forração e outras plantas, porque ela tem uma haste comprida que a faz ser projetada para frente, então ela não cobre o módulo plástico do jardim vertical. Juntamente com o guaimbê, que nós veremos a seguir, é uma das principais plantas utilizadas para caracterizar o estilo Urban Jungle, que dá o jeitão de floresta tropical aos nossos jardins verticais. Sempre plante a costela de adão utilizando mudas que já tem folhas rasgadas, mudas menores vão demorar tempo demais (talvez até anos), para se desenvolverem.

Samambaia amazonas: possui uma coloração azulada ou prateada e como ela cresce muito não devemos plantar uma ao lado da outra. As folhas são bem recortadas e pendentes. Ela é um luxo entre as samambaias. A textura incomum e as folhas gigantes são um show à parte. Repare também que elas possuem um interessante rizoma peludo.

Marantas e Ctenanthes: As diferentes espécies de marantas definitivamente merecem um lugar de destaque. Suas folhas largas e brilhantes têm padrões únicos de cor, muitas vezes causando a impressão de que foram pintadas a mão. É interessante espalhar diferentes espécies de marantas pelo vertical para dar uma textura única. Quer agradar o cliente: vá de marantas, elas sempre provocam encantamento.

Guaimbê ondulado ou comum: não é uma planta barata e causa um efeito semelhante à Costela de Adão. Com folhas grandes em formato de coração, pode ser a grande estrela do seu vertical. Eu particularmente gosto muito de utilizar o guaimbê quando a insolação direta do sol impossibilita o plantio da Costela de Adão. 

Filodendros no geral: são plantas que brilham no vertical e vão “serpenteando” entre as outras espécies, dando um aspecto exuberante de mata tropical e iluminando o seu jardim vertical. São uma ótima opção para ambientes internos, já que são mais resistentes. Brinque com as diferentes cores e nuances de filondendros, que vão desde o amarelo-limão ao vinho intenso… incluindo até mesmo manchas cor-de-rosa, como no Philodendron erubescens ‘Pink Princess’.

Flor-batom: bem resistente à desidratação, essa planta tem uma folhagem em cascata e uma flor vermelha e brilhante que lembra um batom. Ela causa um efeito maravilhoso, formando pontos focais no jardim vertical.

Antúrio: é uma ótima opção para quem quer um vertical colorido e com flores, mesmo em ambientes internos. Essa é a planta de vó por excelência, se a sua avó não tem casa, pode ter certeza de que ao menos ela conhece ou tem uma amiga que cultiva. Explore as diferentes cores dessa espécie, mas cuidado para não transformar o seu vertical num carnaval. Use as combinações com moderação.

Guzmania: é uma das bromélias que mais fazem sucesso nos jardins verticais, pois possui uma inflorescência extremamente durável, com uma cor vibrante. A Guzmania é uma opção irresistível, em especial para jardins verticais coloridos e tropicais. Ela está disponível em uma ampla gama de cores, como amarelo, laranja, branco, vermelho, vinho etc.

Avenca: é uma planta delicada, mas com bastante volume e de um alto valor ornamental. Elas dão uma textura interessante como o padrão de folhas incomum. Além disso, elas se adaptam bem ao ambiente protegido dos jardins verticais.

É muita beleza para captar, né? Muitas dessas plantas possuem não só um valor ornamental para compor o seu vertical, como também trazem um conforto por nos recordar de nossas queridas avós. Por isso, não faça uma mistura de todas elas, converse com o cliente sobre a planta que não poderá faltar e projete um jardim vertical de tirar o fôlego.

Redação: Bruna Camargo Correa

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

sEMANA DO JARDIM VERTICAL PROFISSIONAL